Entrevista 15# – Thais.

entrevista_LOPRJ

         I ai povo de Arceus, estamos hoje começando uma série de matérias especiais só com meninas. É isso mesmo apenas meninas, iremos postar matérias sobre elas, o seu desempenho na LOP-RJ, suas batalhas seus times entre outras coisas. É o mês de menininhas na LOP-RJ.

lop gril1

                    As meninas sempre estiveram nas competições da LOP-RJ e ocupando lugares de prestigio, como líder de ginásio temos os exemplos da Gizele “Giza” que na terceira geração defendeu o ginásio fantasma, temos também a Thais “Thata” que foi líder na 3º geração, voltou na quarta e durante os últimos três anos está no quadro de líderes de ginásio da LOP do Rio de Janeiro. Já na composição da Elite dos Quatro tivemos a Juliana Tamaki e a Grazi e como campeã da Elite tivemos Suzana Braz, vejam que as meninas são bonitas  e perigosas. E hoje nós temos a participação de varias jogadoras, Ana “Aninha”, Amanda G., Soraya, Amanda Falcone, Catherine, Brunka, Thainá entre outras garotas que aparecem na LOP-RJ para jogar ou simplesmente pegar um pokémom que está sendo distribuído.

                      E para começar iremos falar da garota, que agora é uma mulher, que podemos dizer que é a mais antiga e que continua a jogar na LOP-RJ e que já participou de inúmeros campeonatos, sejam eles feito no sul no norte ou em qualquer lugar, ela está lá. Uma das organizadoras da LOP-RJ, a campeã da Libertadores Carioca (2012), chegou a várias finais do Desafio a Elite dos 4 e para finalizar seu Pokémon favorito é a Ampharos. De quem eu estou falando?

Thaís Portella é claro. Uma jogadora habilidosa, que nos surpreende a cada geração. Boa estrategista, e não se enganem com o seu rostinho, é tão perigosa quanto o seu segundo Pokémon favorito o Jirachi. Vamos a entrevista com essa jogadora de renome na LOP-RJ e LOP-BR.

thais181Ampharos_Dream

Nome: Thais

Apelido: thata

Idade: 25

Quanto tempo você joga Pokémon: desde 2000

Quanto tempo você joga na LOP-RJ: desde 2003.

Tipo favorito: água.

Pokémon (s) favorito(s): Ampharos

LOP-RJ:Como você começou a jogar pokémon?

Thais:Começei a jogar com os meus primos lá no emulador da azul. Achei o jogo muito legal e bastante divertido, depois fui avançando mais a jogar competitivamente, onde a gente fazia torneios em festa da familia.

LOP-RJ:Por quê começou a jogar na LOP-RJ?

Thais:Eu acompanhava a LOP desde sua origem no desafio a elite dos quatro desde 2001, anunciado pela revista Pokémon Club. Fui para LOP-RJ no primeiro torneio oficial de grande porte o De-4 de 2003 desde aí não parei mais de ir.

LOP-RJ:Uma história inesquecível na LOP-RJ ou em um torneio que você tenha participado?

Thais:Inesquecível foi a minha primeira LOP-RJ, onde a regra era monotype da 2° geração eu fui com mono voador e tinha era um Aerodacty fêmea com attract, um estratégia muito doida mas que deu muito certo e dando a vitória no primeiro ginásio logo no primeiro torneio disputando uma badge.

LOP-RJ:Um momento inesquecível que tenha envolvido Pokémon.

Thais: Ganhar o DE-4.

LOP-RJ:Qual é legal em jogar Pokémon competitivamente?

Thais: Legal é conhecer o pessoal que joga ao vivo. É por isso que guardo grana e vou em todos os DE-4 fora do estado é muito maneiro reunir o pessoal e conhecer aquele povo que você joga pela internet  e vê-los ao vivo.

LOP-RJ:Na LOP-RJ o que você considera o mais importante?

Thais:Como diria o Sábio (Sábio Florestal, antigo organizador da LOP-RJ, líder de Ginásio, integrante da E4 e um dos maiores colecionadores que a LOP-BR já teve), a amizade em direção ao futuro. Acho que  é muito mais que um lugar de ir para jogar Pokémon, e sim um local para fazer amigos.

LOP-RJ:Qual a maior “loucura” que você já fez por causa de Pokémon?

Thais:Ir para Brasilia, Porto Alegre, São Paulo, Santa Catarina só para jogar Pokémon. risos

LOP-RJ:Uma mensagem aos treinadores que jogam na LOP-RJ e  para aqueles que ainda não jogam na LOP-RJ.

Thais: Pokémon competitivo é muito mais do que batalhar e sim colocar todas as suas estratégias em práticas, até aquelas muito doidas que você acha que não vai dar certo. A diversão não está no fato de vencer e sim de montar um bom time e para cima dos outros, e além te tudo é juntar o pessoal e se divertir.

LOP-RJ:Uma mensagem para as meninas que jogam Pokémon?

Thais:Meninas esqueçam esse papo de que Pokémon é coisa de garoto, mais pura mentira. Não se intimidem, nós podemos ser muito melhor que eles. risos

Foi isso pessoal, espero que tenham gostado da nossa postagem inicial sobre as meninas da LOP-RJ, e na quarta teremos um time que a Thais tenha usado com os comentários da mesma. Até a próxima.

Anúncios

Sobre zurukparabous

I'm fan and sincere
Esse post foi publicado em Entrevistas e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s